Lula arranca aplausos ao criticar potências em cúpula da União Africana – Internacional – R7

 

publicado em 30/06/2011 às 13h08:

Texto: 

Ex-presidente censurou, em particular, posição da ONU sobre Conselho de Segurança

AFP

l0 

Uma crítica arrojada da atitude do Ocidente em relação à África e à América Latina feita pelo ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva provocou aplausos de pé na cúpula da União Africana nesta quinta-feira (30).

Entenda a discussão sobre a reforma da ONU

Lula censurou, em particular, a ONU (Organização das Nações Unidas) por não concederem a nenhum país africano ou latino-americano um assento permanente em seu Conselho de Segurança.

– Não é possível que o continente africano, com 53 países, não tenha uma representação [permanente] no Conselho de Segurança. Não é possível que a América Latina, com seus 400 milhões de habitantes, não tenha uma representação [permanente], que cinco países decidam o que fazer, como fazer, sem levar em consideração o resto dos seres humanos que vivem neste planeta.

Lula se referia aos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança (Reino Unido, China, França, Rússia e Estados Unidos).

O Brasil, uma potência emergente com um aumento progressivo de influência no cenário mundial, luta há muito tempo por um assento permanente no Conselho, o órgão mais importante da ONU e responsável pelas decisões envolvendo questões de segurança.

Confira também
  • Dilma escolhe Lula para missão na África

Cúpula na África tem foco na crise da Líbia

O conflito na Líbia é um foco da cúpula, que teve início hoje na capital da Guiné Equatorial, Malabo, com críticas à ação da Otan (aliança militar do Ocidente) e ao envolvimento das potências na crise.

– Precisamos de uma ONU que tenha a coragem de impor um cessar-fogo na Líbia e imponha negociações entre o presidente Muammar Gaddafi e seus opositores rebeldes.

O Brasil foi um dos cinco países que se abstiveram na votação do Conselho de Segurança, em março, sobre a Resolução 1973, que autorizou a utilização de "todos os meios necessários", inclusive militares, para proteger os civis das forças de Gaddafi.

Lula também acusou o Ocidente de impor injustamente a países pobres, incluindo europeus, medidas de austeridade após uma crise financeira que, segundo ele, teve suas raízes nos EUA e na Europa.

Potências não veem seres-humanos da África, diz Lula

O ex-presidente brasileiro também teceu críticas sobre a visão do Ocidente sobre a África.

– [Os ocidentais] foram incapazes de ver uma África que é composta por seres humanos iguais aos do continente europeu.

Lula ainda ressaltou que talvez eles pensem que "nós africanos ou latino-americanos sejamos cidadãos de segunda classe ou porque parecemos com nativos".

– Nós queremos apenas ser tratados igualmente e dividir a riqueza que está sendo produzida neste mundo.

Lula pediu um aumento da integração entre nações africanas e emergentes. Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul formam o grupo dos BRICS, que aparece como uma possível contra-força em assuntos internacionais em relação aos países do Ocidente.

Copyright AFP – Todos os direitos de reprodução e representação reservados

  • Lula arranca aplausos ao criticar potências em cúpula da União Africana – Internacional – R7

    Anúncios

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s

    %d blogueiros gostam disto: